UMA SEMENTE PLANTADA NO CRUSP EM 68 GERMINOU! por Paulo Negrão

UMA SEMENTE PLANTADA NO CRUSP EM 68 GERMINOU!

O ideal da liberdade iluminou as mentes dos estudantes residentes no CRUSP naquele ano de 68. Esse intenso brilho se contrapôs à ditadura instaurada no país, que reagiu prontamente com o emprego das Forças Armadas, determinando o uso de toda truculência para desalojar os residentes e combater os opositores, o que fez mártires entre eles. O regime ditatorial venceu aquela batalha, mas não a guerra que estava por vir. O grito dos estudantes “Abaixo a Ditadura” saiu de dentro dos muros da Universidade e ganhou as ruas. Irmanou-se a movimentos afins e transformou-se na voz do povo, o que motivou os seus representantes parlamentares. Ao AI 5 e canhões foram contrapostos flores e planos de um país mais livre. Os brasileiros do mundo voltaram às casas de seus pais e familiares, trazendo sonhos e projetos de uma nação mais livre, justa e solidária. A dignidade da pessoa humana foi elevada como um princípio. Os novos acontecimentos sensibilizaram até as autoridades militares, até então detentoras do poder, levadas por essa torrente de abertura que foi o ponto de partida para as “Diretas Já”, um dos maiores movimentos populares e políticos desta nação, o que superou os sombrios tempos da ditadura para construir a nova democracia brasileira. Paulatinamente, os blocos do CRUSP, originalmente construídos para o PAN 63, em seguida tomado por estudantes até 68, transformados em departamentos da USP e depois voltaram a acolher estudantes, semeadores e cultivadores de conhecimento.

Paulo Negrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: